fbpx
LOADING

Digite para procurar

O que fazer se o seu chefe não se dá bem com você?

Roberta De Lucca
Compartilhar

O emprego pode ser o dos sonhos, mas o gestor se comporta como a pedra no sapato. Adriana Gomes, coordenadora nacional da área de Carreira e Mercado da ESPM, diz o que fazer

Na imperfeição da sociedade e do ser humano, existem relações de trabalho que não funcionam. Por mais que se tente lubrificar a engrenagem ela engripa em algum lugar. Se o colaborador não atende as expectativas do chefe, pode ser substituído por outra pessoa. Mas quando acontece o oposto, de o chefe pegar no pé ou tratar mal o funcionário, o que pode ser feito? Para destrinchar essa pergunta o Trendings ouviu a professora Adriana Gomes, coordenadora nacional da área de Carreira e Mercado da ESPM.

Por que alguns gestores não se relacionam bem com os funcionários?

Existem líderes que se colocam numa posição de pouca argumentação e não mudam. Na sua cabeça, eles têm o poder de fazer certas coisas, como expor o funcionário numa reunião ou reclamar dele na frente dos outros, mesmo que isso não seja ético. O gestor até sabe que não deve ter essa atitude, mas pode fazer isso e faz.

Como lidar com um chefe mal-educado, pressionador e arrogante, deve-se conversar com ele?

Se o gestor costuma se comportar dessa maneira, dificilmente vai ouvir o funcionário, porque o seu estilo de trabalhar é esse. Particularmente, não recomendo falar com o chefe, porque geralmente é uma pessoa que não está disposta a receber feedback.

Outra opção seria o quê, pedir demissão ou entrar em contato com o departamento de Recursos Humanos?

Pedir demissão.

Sua resposta foi enfática. Por quê você acha que não resolve comunicar o RH?

Isso só funciona se a empresa tiver uma cultura bem estabelecida de treinamento de liderança. Já vi casos em que o RH assume uma posição ausente e, se esse departamento é omisso, a conversa não segue adiante.

Mas hoje as questões de assédio moral e sexual têm consequências mais sérias.

Sim, e nesse caso o RH tem que tomar providências. Mas se o não é gentil, muitas vezes isso é encarado como uma questão de relacionamento entre gestor e equipe. Mesmo porque, tem outro elemento, que é o de como uma pessoa quer ser tratada.

Ou seja, às vezes os problemas de relacionamento são criados a partir da expectativa do funcionário?

Em algumas situações, sim. Ninguém tem de ser atencioso e gentil o tempo todo, há dias em que as pessoas não acordam bem ou estão com outros problemas. Então é importante ambos os lados terem essa visão. O chefe perceber que o colaborador não está em seu melhor dia e vice-versa.

Pensando na situação em que o chefe realmente trata mal o funcionário e o RH não o acolhe, a única saída é pedir demissão?

Sim. Mas hoje em dia tem muito mais gente legal na chefia do que não legais, porque as empresas estão mais atentas e treinando melhor os gestores. Isso pode ser aprendido e existem gestores muito bem treinados que são atenciosos com o time. Tenho visto muito esse perfil nas empresas, em tempos de crise como agora, é preciso ter alguém com mais maturidade e equilíbrio para comandar as pessoas.

Tags:
Roberta De Lucca

Jornalista colaboradora do Trendings.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *