LOADING

Digite para procurar

Como e por que escolher uma boa imagem de fundo para o seu LinkedIn

Redação Trendings
Compartilhar

Além de ter uma boa foto de perfil, é importante colocar uma imagem que traduza o que você faz ou vende no plano de fundo

Talvez esteja na hora de você dar uma geral no seu perfil do LinkedIn, se é que ainda não fez isso, para conquistar de cara as pessoas que visitam a sua página. No ano passado, a plataforma foi redesenhada e o plano de fundo do perfil do usuário perdeu aquela imagem abstrata em azul, e foi substituído por um apático e pouco atraente banner na cor cinza. Como resultado, essa mudança pode te distanciar de quem busca profissionais, passando a impressão de que você não dá o devido cuidado a como se apresenta.

Em uma entrevista para o site Fast Company, Kyle Nelson, fundador de uma empresa que produz fotografias e vídeos de produtos, afirma que “a imagem do banner do LinkedIn cria instantaneamente uma primeira impressão forte e pode dizer muito sobre quem você é”. Isso faz sentido quando pensamos que um perfil na plataforma é como a marca pessoal de um profissional ou empresa e, quando acessada, ela precisa ser atraente ao visitante.

“Deixar de fazer o upload de uma imagem de plano de fundo cria uma sensação de desconforto nos visitantes do seu perfil do LinkedIn. Isso sugere que você não pode ser contatado e que sua presença é estática”, diz Patrick Ward, diretor de marketing da empresa de software Rootstrap, também em entrevista ao Fast Company.

Mas antes de abrir o seu perfil e postar qualquer foto para preencher o retângulo cinza, confira alguns macetes, para deixar a sua página afinada com o que você faz ou com o produto que vende.

Onde você está

Imagem de localidade da Avenida Paulista

Uma foto bacana de um marco importante da cidade em que mora dá a uma noção de localização. Isso pode te conectar com empresas ou profissionais da mesma cidade ou região.

O que você faz

Ilustrador mostrando seu trabalho no LinkedIn

Subir uma imagem que resuma o seu trabalho ou tipo de empresa comunica imediatamente o seu setor de atuação. Se vende queijos artesanais, pode colocar uma para mostrar os produtos. Se é ilustrador, preencha o espaço com uma ilustração que resuma o seu traço.

Como você faz

Imagem de uma sobremesa representando o trabalho de um Chef

Um chef ou artesão pode aproveitar o espaço para mostrar o seu trabalho, como um prato finalizado ou as ferramentas usadas para fazer marchetaria. A ideia é associar a imagem ao ofício.

Qual é o benefício

Proteção do lar

Um perfil que vende um produto ou serviço pode mostrar o benefício do seu trabalho para o cliente, sem necessariamente colocar a imagem do que ele oferta. Uma seguradora pode usar uma fotografia que passe a sensação de segurança e proteção.

Matéria prima

Imagem para profissional do ramo de hortifrúti utilizar no LinkedIn

Um recurso é utilizar materiais que traduzam o seu tipo de atividade. Se for do ramo de hortifrúti, que tal uma foto de vegetais? Quem trabalha no setor de construção, como um engenheiro, pode recorrer a uma imagem de uma construção.

Finalização

Não basta ter uma boa ideia mas usar uma imagem meia-boca, como uma foto granulada. Ela precisa ser bonita e ter boa resolução. Faça uma busca em sites de fotos Creative Commons, de uso livre, como Unsplash, LibreStock ou Stockio. Você também pode pesquisar no Freepik, com a condição de dar o crédito do autor da foto. Para isso, e também para editar a imagem no tamanho certo, você pode usar o Canva ou outro aplicativo.

As dicas foram originalmente publicadas pelo Fast Company.

Como adicionar uma imagem de fundo?

Basta clicar em seu perfil e em seguida no ícone de uma máquina fotográfica localizado no canto direito superior da área em que a imagem será adicionada. Aí é só carregar a foto, fazer os ajustes necessários e clicar em aplicar.

LEIA TAMBÉM:

Como tirar uma boa foto para o LinkedIn

LinkedIn: 9 dicas para bombar seu perfil

O que você jamais deveria postar no LinkedIn

Tags:
Redação Trendings

Produzido pelo Núcleo de Conteúdo da ESPM.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *