LOADING

Digite para procurar

LinkedIn: 9 dicas para bombar seu perfil

Patrícia Rodrigues
Compartilhar

Com 778 mil seguidores na rede profissional, Paulo Silvestre, professor da ESPM, palestrante e consultor dá as dicas para aprimorar sua performance junto aos recrutadores e mecanismos de busca

1. Mantenha seu perfil atualizado

Profissionais de RH não pedem mais “currículos” e eles encontram os profissionais nas redes sociais. Portanto, o seu LinkedIn tem que estar sempre “lindo” e atualizado. Pode parecer óbvio, mas muita gente acaba se esquecendo da importância dessa rede.

2. Quanto mais informação, melhor

Coloque absolutamente tudo que pode destacar suas habilidades, mesmo as muito antigas, desde os primeiros empregos, cursos, cursinhos, experiências e trabalhos voluntários. Nessa rede, tudo conta e todas as palavras são registradas: se alguma delas for utilizada pela busca dos recrutadores você já sai na frente.

3. Use palavras-chave no título do perfil

As palavras mais importantes são as do título, logo abaixo de seu nome. Esses 120 caracteres são extremamente valiosos. Escolha muito bem, pois, mais uma vez, se a palavra buscada estiver no título, você também “fura a fila” de centenas ou milhares de pessoas.

4. Pense em SEO

Que termos e palavras-chave que podem estar na cabeça de quem está contratando? Como eles podem chegar até você? Quais seus diferenciais? Ferramentas sofisticadas das versões premium utilizadas pelos RH rastreiam tudo.

5. Está em transição de carreira? Destaque o que você quer ser

E não o que foi ou que não quer ser mais. Por mais que tenha uma trajetória desenvolvida, mire no futuro — especialmente no campo título. Isso não apaga o passado (até mesmo porque as palavras-chave estarão listadas), mas prioriza o futuro.

6. Detalhe suas experiências

Colocar empresa e cargo/função é insuficiente: não seja apenas um executor (“responsável por”), detalhe bastante cada experiência, seus diferenciais, o que fez de incrível. É isso que o recrutador quer saber e queima etapas.

7. Não tenha vergonha de suas experiências

Lembre-se de que todo mundo começa “pequeno” — a não ser que você seja “o filho do dono” — e tudo é “relevante e interessante”.

8. Perfil sem foto jamais!

O próprio LinkedIn explica que ter uma foto (nem precisa ser muito “profissional” ou muito boa) aumenta em 21 vezes a visualização do perfil. Imagem também é informação; Clique aqui e confira nosso guia sobre como tirar fotos para o LinkedIn.

9. Escolha também uma imagem de fundo

Muita gente ignora, mas a imagem de fundo (horizontal) é muito importante. Escolha uma ligada à sua profissão. Veterinários, por exemplo, podem adicionar fotos atendendo animais, já guias turísticos, imagens com a Torre Eiffel ao fundo.

Tags:
Patrícia Rodrigues

Jornalista colaboradora do Trendings.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *