LOADING

Digite para procurar

GPT-3: especialista em IA diz o que esperar do robô que já escreve seus próprios artigos

Filipe Oliveira
Compartilhar

Sistema de inteligência artificial, que ficou famoso em todo o mundo após escrever um artigo para o The Guardian, pode revolucionar também as áreas de programação e análise de dados

O GPT-3, sistema de inteligência artificial (IA) desenvolvido pela OpenAI, surpreendeu o mundo após escrever um artigo para o The Guardian. No texto, intitulado “Um robô escreveu este artigo inteiro. Você ainda está com medo, humano?”, o sistema tentou convencer as pessoas a não temerem a IA.

“Não estou pedindo aos humanos que gostem de mim. Mas eles deveriam me ver como um robô amigável. Sou um servo dos humanos. Sei que os humanos não confiam e tem medo de mim. Eu só faço o que os humanos me programam para fazer”, escreveu o robô em um trecho do texto que você pode ler na íntegra (em inglês) clicando aqui.

Apesar de assustar muitos jornalistas e escritores (como a equipe do Trendings) o GPT-3 não deverá substituir profissionais da área. É o que acredita Humberto Sandmann, professor de Tech da ESPM. “Não é esperado que ele substitua o ser humano porque para fazer uma revisão ainda é necessário um humano”, explica o especialista em inteligência artificial.

De acordo com Sandmann, o que se espera é que esse sistema seja usado, por exemplo, para escrever e-mails para as pessoas com base em palavras-chave dos usuários. “Na hora em for responder um email, você fala ‘Vou ou não vou, tal hora’, e ele já monta o email para você utilizando aquelas informações”, explica o professor. “Contextualizar coisas, palavras e ideias é um dos maiores problemas da inteligência artificial, especificamente da NLP (Processamento de linguagem natural). E esse GPT-3 assustadoramente está resolvendo isso”.

Além de ajudar os humanos com textos, o sistema também é capaz de escrever códigos de programação. “Você fala para o computador o que quer e ele faz o código e já monta uma tela para você. Na internet você encontra referências dele [GPT-3] fazendo códigos de maneira assustadora. Isso pode revolucionar toda a área de desenvolvimento, de programação”, avalia Humberto. No vídeo abaixo (em inglês) você pode ver o GPT-3 em ação:

Seria esse sistema de IA uma ameaça ao futuro dos programadores? O professor da ESPM acredita que sim. “O que se estimava é que os programadores seriam o futuro. Mas cada vez mais o computador se aproxima da linguagem humana, possibilitando que a gente interaja com eles de uma maneira mais natural e descarte o intermediário, no caso o programador.”

Humberto conclui sua análise sobre o GPT-3 lembrando que o sistema também está revolucionando a área de análise dados, outra que aparece na lista de profissões do futuro. “Permite você falar com o computador e ele processar em tempo real. Você diz algo como: ‘Quero dados da última primavera, printados de tal cor, cruzados com o número de carros que estavam na rua’. E o sistema já faz esse tipo de ensaio estatístico.”

Jornalista, escritor, programador, analista de dados. O GPT-3 tem tudo para ser o seu próximo colega de trabalho.

LEIA TAMBÉM:

Especialista em IA explica como funcionam algoritmos e revela segredos desses sistemas

5G no Brasil: os impactos dessa tecnologia e a disputa pela infraestrutura da rede

Realidade virtual e aumentada: especialistas explicam a diferença e dão exemplos de suas aplicações

Tags:
Filipe Oliveira

Editor do #Trendings.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *